sábado, 17 de setembro de 2016

A morte do ator Domingos Montagner

A morte do ator Domingos Montagner nesta última quinta feira (15), por afogamento acidental no rio São Francisco quando dava um mergulho junto com a atriz Camila Pitanga, foi um fato trágico e que nos pegou a todos de surpresa. Para os amigos e família do querido ator, meus pêsames e toda energia positiva neste momento de dor. É nesses momentos que devemos aproveitar o legado de seres humanos como ele e superar a dor da morte fortalecendo a vida.

Sabe qual é a melhor homenagem que podemos fazer para ele? Fortalecer o meio artístico em nosso país. Já escrevi sobre isso em outras ocasiões e volto a frisar. A arte é um investimento necessário para qualquer nação que pretenda evoluir verdadeiramente em todos os aspectos. Então, Montagner começou como artista de circo. Tenho certeza de que ele gostaria muito que os governos das cidades investissem em projetos voltados para circos educativos.


Por que as escolas públicas não recebem incentivos para selecionar alunos com potencial receberem aulas e treinamento com artistas de circo profissionais? Por que não se cria uma estrutura para pequenos espetáculos voltados para as famílias dos alunos? Um projeto como esse seria uma ótima opção de entretenimento para todos os bairros, não só os da periferia. Isso poderia ser implementado nas escolas particulares também. Oficinas assim ajudam uma pessoa a desenvolver inteligência e saúde física, mesmo que o aluno não siga uma carreira de artista no futuro.

Para homenagear Montagner, poderíamos também fazer projetos que abracem os atores em nossa cidade. Criar espetáculos gratuitos de teatro, incentivar produções de séries piloto a serem exibidas em canais de internet, incentivar a produção de curta metragens para serem exibidos, por exemplo, durante a Mostra Cinema Conquista. Poderíamos abraçar mais os diversos tipos de atores que circulam pela cidade. Aproveitar que existe um curso de cinema na Uesb, e movimentar esse meio.

E nem é preciso ferir os interesses dos adeptos da macro economia, que acham que o governo deve investir todo nosso dinheiro apenas em fortalecer o mercado. São iniciativas que, se bem trabalhadas, com um investimento mínimo é possível grandes resultados a partir delas. Eu tenho certeza de que Domingos Montagner, teria sua alma muito satisfeita em seu nado livre pelo Velho Chico.

Eu sou candidato a vereador aqui de Vitória da Conquista, e, tendo a honra de representar o nosso povo na Câmara Municipal, vou apresentar projetos de todos os tipos durante todo o meu eventual mandato. Esses também estarão incluídos. Por isso, não vou dizer a Domingos Montagner que descanse em paz. Na luta por aprovar esses benefícios para o nosso meio artístico, ele estará vivo em nossos corações. Para sempre!

Léo Oliveira
Postar um comentário