terça-feira, 26 de janeiro de 2016

RELACIONAMENTO FUNDAMENTAL

Vamos começar com o significado de um relacionamento fundamental – um parceiro, membro da família, ou outra pessoa que tenda a irritá-lo. Muito provavelmente, alguém vem à mente imediatamente. Todos têm pelo menos um.

Sugiro para os propósitos deste inquérito, que se concentre na pessoa principal que o deixa se sentindo mais exasperado.

Seus sentimentos de irritação podem surgir apenas ao pensar nesta pessoa – ainda que raramente a veja.

A pessoa “problemática” pode até ter se afastado há muito tempo. Não é incomum manter a raiva e o rancor para com as pessoas durante muitos anos, mesmo depois que elas fizeram a transição, também – a mente é poderosa e ela pode manter qualquer batalha acontecendo se você o permitir.

Para a maioria das pessoas, o relacionamento-chave que origina a irritação no núcleo de todos os outros relacionamentos discordantes, é um membro da família. Não apenas isto – este relacionamento discordante não resolvido é, muitas vezes, a fonte subjacente da infelicidade geral que as pessoas experienciam.

Normalmente, o membro da família envolvido é um pai, por causa do papel fundamental que a pessoa desempenha na formação de como você vê o mundo. Seja quem for que o tenha criado, terá uma influência fundamental em seu caráter e em como você se desenvolve.

Se você for um pai (mãe), o membro da família que o irrita pode ser um filho – desencadeando problemas muito antigos dentro de você, talvez, a partir de sua própria infância.

Padrões tendem a ser transmitidos de geração a geração. Às vezes, os pais tendo experienciado o crescimento da disfunção familiar, podem inadvertidamente compensar os seus próprios filhos, tentando protegê-los. Isto pode sair pela culatra e as coisas precisarão ser colocadas de volta ao equilíbrio.
Postar um comentário